Fale conosco
(87) 3878.1233
Envie um email
administracao@bodoco.pe.gov.br
Horário de Funcionamento
Seg - Sex 07h30 às 13h30min

PS01 - Programa Criança Alfabetizada

PS1 - PCA

PS01-PCA-2019

EDITAL 002/2019

PROGRAMA CRIANÇA ALFABETIZADA

 

SELEÇÃO PARA COMPOSIÇÃO DE CADASTRO PARA AS FUNÇÕES DE COORDENADOR E FORMADOR MUNICIPAL NO ÂMBITO DO PROGRAMA CRIANÇA ALFABETIZADA

O município de Bodocó, por meio da SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições, torna pública a seleção para cadastro de profissionais para atuarem como Coordenador Municipal do Programa Criança Alfabetizado, áreas de Educação Infantil e Alfabetização – Pré-escola, 1º e 2º Anos do Ensino Fundamental (EF); e Formador Municipal do Programa Criança Alfabetizada – área de Alfabetização, 1º e 2º Anos do Ensino Fundamental (EF), com o intuito de desenvolver ações referentes ao programa, no âmbito da rede municipal, conforme estabelecido neste edital e demais legislações.

Os candidatos selecionados farão parte do cadastro para Bolsistas para COORDENADOR e FORMADOR do Programa Criança Alfabetizada, da Secretaria da Educação do Município de Bodocó, e poderão ser convocados(as) para o desenvolvimento e execução das atividades do referido Programa, conforme as necessidades previstas. 

1. OBJETIVOS GERAIS E ESPECÍFICOS DO PROGRAMA CRIANÇA ALFABETIZADA

1.1. O PROGRAMA CRIANÇA ALFABETIZADA é uma iniciativa do Governo do Estado de Pernambuco, em parceria com as redes municipais de educação, que tem o objetivo de garantir a alfabetização de todos os estudantes da rede pública com até sete anos de idade. O programa envolve formação para estudantes, professores e coordenadores, distribuição de material didático complementar, premiações e aumento na destinação de recursos para todos os municípios pernambucanos.  O programa estabelece como finalidade primordial o apoio técnico, financeiro e pedagógico aos municípios, visando ampliar as oportunidades de desenvolvimento da aprendizagem das crianças na Educação Infantil e do Ensino Fundamental I (Anos Iniciais), especificamente 1º e 2º Anos do EF, proporcionando a melhoria da qualidade da aprendizagem, garantindo a equidade no ensino-aprendizagem dos estudantes da rede pública de educação, por meio de um conjunto de ações definidas e organizadas pelo Programa.           

 

2. DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

2.1. COORDENADOR MUNICIPAL DO PROGRAMA CRIANÇA ALFABETIZADA

Profissionais do magistério, com formação superior em Licenciatura em Pedagogia ou áreas afins, com conhecimento sobre Educação Infantil, Alfabetização e Letramento, com proficiência técnica e/ou científica, servidores públicos municipais,  na rede municipal e com experiência em gestão pública ou de projetos comprovados. 

2.2 FORMADOR MUNICIPAL DO PROGRAMA CRIANÇA ALFABETIZADA - Ciclo de Alfabetização (1º e 2º Anos do EF)

Profissionais do magistério, com formação superior em Licenciatura em Pedagogia ou áreas afins, com conhecimento sobre as concepções de Alfabetização e Letramento, presentes na BNCC e no Currículo de Pernambuco. Com proficiência técnica e/ou científica, servidores públicos municipais, com lotação na rede municipal e com experiência em formação comprovada. 

3 - DAS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO DE COORDENADOR MUNICIPAL E DO FORMADOR MUNICIPAL DO PROGRAMA CRIANÇA ALFABETIZADA

 

3.1. DO COORDENADOR MUNICIPAL

3.1.1. Conhecer os fundamentos teórico-metodológicos do programa, ancorados pela perspectiva da alfabetização e letramento; indicadores de desempenho da Educação Infantil e do 1º e 2º anos do EF; e Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para ambas as etapas;

3.1.2. Elaborar plano de trabalho de sua atuação, articulado com as ações previstas pelo Programa;

3.1.3. Ser o elo de comunicação entre a Secretaria Estadual e a Secretaria Municipal de Educação e Esportes.

3.1.4. Participar da elaboração do planejamento (conteúdos, estratégias e calendarização) das formações do programa, com foco na Educação Infantil e nos 1º e 2º Anos do EF, junto à coordenação e às equipes estadual e municipal;

3.1.5. Planejar a formação continuada de professores, coordenadores pedagógicos e gestores escolares do programa, em seu município;

3.1.6. Executar o monitoramento da formação continuada do Programa no município sob sua responsabilidade;

3.1.7. Participar de todos os encontros formativos quando convocado pela Gerência Regional de Ensino (GRE) e a SEE (SEDE);

3.1.8. Promover encontros sistemáticos com coordenadores pedagógicos das escolas do município, para viabilização da assistência técnica aos professores, envolvendo estudos, análise de casos e devolutivas do acompanhamento da prática docente, com foco na Educação Infantil e nos 1º e 2º anos do EF, no município;

3.1.9. Promover atividades constantes de interação, comunicação e cooperação entre formadores, coordenadores pedagógicos e professores;

3.1.10. Planejar ações voltadas para a participação das famílias nas escolas, fortalecendo a relação família-escola.

3.1.11. Acompanhar o desenvolvimento do programa nas escolas da sua rede de ensino;

3.1.12. Articular as ações do Programa em todos os eixos para sua plena aplicabilidade;

3.1.13. Apoiar o programa nas questões operacionais para realização de formações e eventos em seu município ou fora dele, quando o seu município for partícipe;

3.1.14. Orientar os coordenadores pedagógicos para a organização de registros de apoio à elaboração de relatórios mensais sobre as atividades do programa e mapeamento de boas práticas;

3.1.15. Inserir dados condensados do acompanhamento mensal do município no Sistema de Acompanhamento do Programa;

3.1.16. Condensar e analisar a inserção de dados no Sistema realizada pelos coordenadores pedagógicos;

3.1.17. Coordenar o processo de disseminação e análise dos resultados das avaliações;

3.1.18. Participar da elaboração do relatório anual e final do Programa.

3.2.       DO FORMADOR MUNICIPAL DOS 1º E 2º ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL 

3.2.1.      Responsabilizar-se pelo processo de formação municipal no Ciclo de Alfabetização (1º e 2º Anos do EF);

3.2.2.      Apropriar-se de todos os conteúdos que serão abordados nos encontros formativos, bem como, dos resultados das avaliações externas, sugerindo, quando necessário, intervenções pedagógicas;

3.2.3.    Realizar as formações locais com os professores e coordenadores pedagógicos dos 1º e 2º Anos do EF, conforme calendário estabelecido pelo coordenador municipal do Programa;

3.2.4.    Cumprir rigorosamente a agenda e a carga horária total propostas para as formações;

3.2.5.    Criar estratégias que promovam o acompanhamento do processo de formação, em sala de aula, junto aos Professores;

3.2.6.    Ser assíduo e pontual nos encontros de formação, bem como, organizar o material didático-pedagógico desses encontros e a observância do atendimento logístico;

3.2.7.      Produzir e entregar as matrizes dos materiais que serão usados, nos encontros presenciais, e/ou enviar no ambiente virtual, para o coordenador municipal;

3.2.8.      Participar integralmente de todas as ações promovidas pela Gerência Regional de Ensino e da SEE (SEDE) vinculadas ao processo de formação, como: reuniões, planejamentos, encontros, seminários, dentre outros;

3.2.9.    Elaborar estratégias de intervenção pedagógica com as equipes técnicas municipal e regional, sempre que necessário;

3.2.10. Realizar viagens técnicas inerentes à função de formador;

3.2.11. Cumprir os prazos relacionados às atividades do Programa, como entrega de relatórios, materiais das formações, análise de devolutivas de resultados de aprendizagem, dentre outros;

3.2.12. Inserir os relatórios mensais, referentes às formações realizadas, no Sistema.

 

4. DOS PROCEDIMENTOS DO PROCESSO DE SELEÇÃO

O processo de seleção constará de 02 (duas) etapas, sendo ambas de caráter eliminatório:

4.1. Primeira Etapa: Avaliação do Curriculum Lattes e da experiência profissional do candidato.

4.1.1. Os candidatos deverão apresentar em um único envelope lacrado os documentos a seguir: Curriculum Lattes atualizado com as devidas comprovações, conforme o roteiro apresentado no Anexo III, deste edital;

4.1.2. Na avaliação do Curriculum Lattes será considerado o mérito científico, tecnológico e profissional, segundo os critérios de pontuação definidos no Anexo III, deste edital.

4.2. Segunda Etapa: Entrevista com o candidato, exclusiva para os aprovados na primeira etapa. 

4.2.1 Entrevista com o candidato: Nesta etapa, serão considerados os conhecimentos acadêmicos e a experiência profissional, que devem estar em consonância com os pressupostos do Programa Criança Alfabetizada. 

5. DOS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DOS CANDIDATOS 

5.1 A Seleção dos Candidatos será realizada mediante a análise dos seguintes itens (currículo, e entrevista), de acordo com os critérios de pontuação abaixo:

 

FASE

CRITÉRIO

PONTUAÇÃO MÁXIMA

 

                       

 

 

 

 

 

 

 

 

           

           

                                   

Análise do Currículo do candidato, de acordo com os critérios estabelecidos no Anexo III.

                                   

12  (doze) PONTOS

                       

 

 

 

 

 

           

Declaração de tempo de experiências na etapa de Educação Infantil e Ciclo de Alfabetização (para o COORDENADOR) e no Ciclo de Alfabetização (para o FORMADOR)

 

 

COORDENADOR: 10 Pontos Validos

Até 02 (dois) anos em uma das etapas de ensino: 3 pontos

Até 02 (dois) ano nas duas etapas de ensino: 6 pontos

Mais de 02 (dois) ano em ambas as etapas de ensino: 10 pontos

 

FORMADOR: 10 Pontos Válidos

Até 02(dois) ano de experiência nos 1º e/ou 2º ano: 3 pontos

De 02 (dois) ano até 2 anos de experiência nos 1º e/ou 2º ano: 6 pontos

Mais de 2 anos de experiência nos 1º e/ou 2º ano: 10 pontos                    

 

           

                                   

Entrevista com o Candidato

                       

Entrevista: 25 Pontos Válidos

 

Habilidade de expor de maneira clara e objetiva - 5 pontos

 

Capacidade de argumentação – 5 pontos

 

Habilidade de Liderança – 5 pontos

 

Conhecimento da rede de ensino – 5 pontos

 

Conhecimento da BNCC e do Currículo de Pernambuco relativo ao Ciclo de Alfabetização – 5 pontos

                                   

                     PONTUAÇÃO TOTAL                        

                       

                                   

50  (cinquenta) pontos

                       

 

 Observação 1: Será convocado para assumir a função apenas o 1º colocado para cada uma das funções, ou seja: 1 vaga para COORDENADOR e 1 vaga para FORMADOR.

Observação 2: Será considerado aprovado para a segunda etapa o candidato que obtiver a pontuação mínima de 12 (doze) pontos.

Observação 3: Será considerado aprovado neste Processo de Seleção o candidato que obtiver pontuação mínima de 30 (trinta) pontos. 

6. DAS INSCRIÇÕES 

6.1. As inscrições estarão abertas nos dias 26 e 29 de Julho de 2019, horário das 08:h00 às 15h30 na sede da Secretaria de Educação, localizada à Avenida Floriano Peixoto,56 , Centro,  Bodocó - PE.

Observação: Só poderão se inscrever servidores públicos efetivos da rede municipal. Caso este servidor tenha 02 (dois) vínculos, só terá direito a afastar-se de 01 (um) vínculo para exercer a função a que se submeter.

6.2. No ato da inscrição, os candidatos deverão entregar os envelopes contendo:

a) Ficha de inscrição devidamente preenchida,

b) Cópia do RG, CPF e Certificado de nível superior e da pós-graduação de maior titulação;

c) Curriculum Vitae

6.3. Na capa do envelope devem constar as seguintes informações:

 

EDITAL PARA SELEÇÃO DE COORDENADOR E FORMADOR DO PROGRAMA CRIANÇA ALFABETIZADA

Função pretendida: COORDENADOR (     )  OU    FORMADOR    (    )

Dados do Candidato:

NOME:

CPF:

ENDEREÇO:

TELEFONES PARA CONTATO:

E-MAIL:

 

7. DAS COMISSÕES DE SELEÇÃO 

7.1. Serão criadas, comissões de seleção nos Municípios, formadas por servidores em exercício no Ente, que coordenarão e organizarão o processo seletivo de forma geral e subcomissões que realizarão as atividades de análise documental, entrevistas, julgamentos e recursos.

 

7.2. Todas as etapas deste edital deverão ser  divulgadas no âmbito municipal e no site oficial do Munícipio, endereço www.bodoco.pe.gov.br.

7.3. Não poderão concorrer candidatos que tenham parentes até o terceiro grau com a respectiva Comissão de Seleção. 

8. DO RESULTADO E DA CONVOCAÇÃO DOS CANDIDATOS SELECIONADOS NA PRIMEIRA ETAPA 

8.1. O resultado da análise documental, as datas e os horários das entrevistas serão divulgados por meio digital, e na Secretaria de Educação do Município. 

9. DA VIGÊNCIA DA SELEÇÃO 

9.1. A vigência do processo seletivo para coordenador e formador do Programa Criança Alfabetizada é de 12 meses, podendo ser renovada conforme interesse de ambas as partes.

 

10. CRONOGRAMA 

10.1 Primeira etapa:

10.1.1 Inscrições (presencial): 26 e 29. 07. 2019

10.1.2 Análise do currículo do (a) candidato (a): 30.07.2019

10.1.3 Divulgação do resultado da primeira etapa: 01.08.2019  

10.1.4 Data para interposição de recursos da primeira etapa: 02 e 05/08 de 2019

10.1.5 Resultado da interposição de recurso da primeira etapa: 07.08.2019

 

10.2  Segunda etapa:

10.2.1 Entrevista com os (as) candidatos (as) selecionados (as) na primeira etapa:

Local: Secretaria de Educação

Data: 08 e 09 de agosto de 2019.

Horário: 08h às 12h e de 14h às 16h.

10.2.2 Divulgação do resultado final preliminar:13.08.2019

10.2.4 Período para interposição de recursos: 14 e 15 de agosto de 2019

10.2.5 Resultado final: 16 de agosto de 2019. 

11. DOS RECURSOS

11.1. O(a) candidato(a) poderá solicitar recurso à Comissão Julgadora, nos prazos previstos no cronograma.

11.2. O resultado final será divulgado no site oficial do Munícipio, endereço www.bodoco.pe.gov.br  por meio de uma relação, em ordem alfabética, com nomes dos candidatos considerados aptos nesse processo seletivo.

 12. DISPOSIÇÕES GERAIS 

12.1 As vagas serão preenchidas conforme a vacância e a necessidade das ações realizada pelo Programa CRIANÇA ALFABETIZADA no município de Bodocó..

12.2 O coordenador e formador serão avaliados pela Secretaria de Educação Municipal no prazo de 90(noventa) dias, e, em caso de não estarem atendendo à necessidade, podem ser substituídos, considerando o resultado classificatório da seleção realizada.

12.3 Os casos não especificados neste edital serão resolvidos a posteriori pela Comissão de Seleção e divulgados no Mural da Secretaria Municipal de Educação.

12.4 Fica reservado à Secretaria Municipal de Educação o direito de prorrogar, revogar ou anular o presente Edital.  

Bodocó-PE, 23 de Julho de 2019. 

Paulo de Tasso Dias da Silva

Secretário de Educação